Votação para implementação da URV é adiada por falta de quórum

21/02/2024 11/03/2024 08:31 661 visualizações

 Deputados não apareceram para a sessão da comissão de Constituição, Justiça e Redação.  

Nesta terça feira (20), a diretoria do SINSJUSTO esteve na Assembleia Legislativa para marcar presença na votação do projeto da URV na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, durante o período da manhã e da tarde. Mas a votação não ocorreu por falta de quórum.

A aprovação do PL está sendo uma das principais lutas da diretoria do sindicato que faz uma força-tarefa para que isso ocorra em breve, como encontros com a presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, idas a Assembleia Legislativa para reuniões com o relator e seus assessores e demais parlamentares.

Na manhã, os representantes do sindicato buscaram informações sobre a votação e conversaram com o relator do projeto de lei deputado Júnior Geo, o qual informou a expectativa de ser votado na sessão das 14h. Contudo, como só compareceu o relator do projeto, por falta de quórum para votação, a sessão foi encerrada. Agora a expectativa é que seja levado novamente na próxima sessão ordinária da Comissão, prevista para terça-feira (28). 

Segundo a presidente Maria das Dores "Essa é uma demanda antiga e uma grande expectativa de toda categoria de servidores e servidoras do Poder Judiciário que esperam há anos para ver implementado o direito. Na próxima terça-feira, esperamos todos que possam se fazer presentes e acompanhar a votação na CCJ, assim como toda a tramitação do projeto na Assembleia Legislativa."

Estiveram presentes a presidente Maria das Dores, a diretora de assuntos jurídicos Socorro Fernandes, o diretor Luiz Aires, o coordenador geral da Fenajud Janivaldo Ribeiro Nunes e o presidente do Sindojusto, Hugo Corrêa.